TARAUACÁ: EM ASSEMBLÉIA SERVIDORES DA EDUCAÇÃO ESTADUAL DECIDEM PELA MANUTENÇÃO DA GREVE

A greve continua em Tarauacá(foto: Jardy Lopes)

Reunidos em assembléia na tarde desta sexta feira, 7 de agosto, servidores da rede estadual de educação do município de Tarauacá decidiram por unanimidade pela continuação da greve, acompanhando assim a decisão dos servidores de Rio Branco e região, que pela manhã já haviam tomado a mesma decisão. A decisão aconteceu mesmo depois da entrevista coletiva do secretário de educação Marcos Brandão, que anunciou o corte do ponto e a substituição dos professores em greve. Os servidores de Tarauacá disseram que na próxima semana vão radicalizar e não mais aceitar que o núcleo de educação e as direções de escolas mantenham escolas funcionando com apenas 2 ou 3 professores e um punhado de alunos, o que não resolve o problema do ano letivo, prejudica alunos e enfraquece o movimento. 

Presidente Eurico Paz (foto: Jardy Lopes)

"Se é radicalização que o governo quer então nós também vamos radicalizar. Tentamos o diálogo e esse secretário juntamente com esse governador apresentaram uma proposta ridícula e com possibilidade de conceder algumas melhorias para os servidores somente em 2016. claro que a categoria não ia aceitar", disse Eurico Paz, presidente do Sinteac. A assembléia contou ainda com a participação do Deputado Jesus Sérgio eda vereadora Janina Furtado. O assessor ajurídico do núcleo do Sinteac, Advogado Júnior Feitosa, fez os esclarecimentos para a categoria sobre as ameaças do governo e disse que todos devem observar as leis e respeitar a justiça qu8e nesse caso está a favor dos servidores.

Neste sábado, o de agosto, às 10 horas haverá uma reunião do comando de greve em Tarauacá, para planejamentos das ações na próxima semana. Os servidores disseram que até agora foram pacíficos e gentis e que essa fase acabou, pois, o governo resolveu ir para o confronto direto. 

Assessoria Sinteac 
Tarauacá

Comentários