FUTEBOL: Brasil enfrenta Uruguai em confronto direto pelas Eliminatórias

Seleção Brasileira se prepara para o confronto desde o início da semana (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
A Seleção Brasileira faz seu primeiro jogo em 2016 nesta sexta-feira, quando encara o Uruguai às 21h45 (de Brasília), na Arena Pernambuco, em Recife (PE), pela quinta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Rússia em 2018. Trata-se de um confronto direto: a Celeste, com nove pontos, defende a condição de vice-líder. Porém, os canarinhos, com sete, pretendem trocar de posição com o tradicional rival.

Dunga, técnico da Seleção Brasileira, vem trabalhando a importância deste duelo com seus comandados. “A Seleção Brasileira vê esse jogo como de suma importância, como não poderia deixar de ser. Sabemos o que vai representar a conquista de uma vitória em termos de tabela de classificação”, disse Dunga.

O jogo vai marcar o duelo entre dois destaques do Barcelona. Neymar encara Luis Suárez, que retorna a defender a Celeste desde que foi punido pela famosa mordida no zagueiro italiano Chiellini na Copa do Mundo de 2014. Os brasileiros respeitam, mas não temem o artilheiro rival, que vai formar uma dupla de respeito com Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain.

“Sabemos que o Suárez é um jogador muito perigoso e que pode decidir uma partida a qualquer momento. Justamente por isso precisamos estar atentos e não deixar que ele tenha capacidade de conclusão”, disse o zagueiro Miranda, sem antecipar os planos para parar o jogador.

Já Óscar Tabárez, comandante do Uruguai, descarta a marcação individual em Neymar. “O Neymar vem jogando solto na Seleção Brasileira, caindo pelos lados, e por isso mesmo temos que estar preparados para neutralizá-lo em qualquer parte do campo. Mas não podemos pensar apenas nele, pois boa parte das bolas de perigo do Brasil passam pelos pés de Willian e Douglas Costa”, lembrou Tabárez.
Uruguai contará com a volta oficial de Luis Suárez após quase dois anos suspenso (Foto: Miguel Rojo/AFP)
Uruguai contará com a volta oficial de Luis Suárez após quase dois anos suspenso (Foto: Miguel Rojo/AFP)
Cientes de que se trata de um duelo complicado, os brasileiros esperam contar com o apoio dos torcedores. “Sabemos que a Seleção Brasileira conta sempre com uma boa recepção em Pernambuco e contamos com esse apoio, que vem de muitos anos – disse Dunga, que em 1993 estava no time que goleou a Bolívia por 6 a 0 em Recife, pelas Eliminatórias, em um jogo tido por muitos como a arrancada para a conquista do tetra um ano depois, na Copa do Mundo dos Estados Unidos.

Em termos de escalação, as duas equipes têm novidades. Dunga vai promover o retorno do zagueiro David Luiz, que cumpriu suspensão na vitória de 3 a 0 sobre o Peru e assume a vaga de Gil. No meio, o volante Elias, lesionado, será substituído por Fernandinho.

Já no Uruguai, além da volta de Suárez, Tabárez não poderá contar com sua dupla de zaga titular, uma vez que Diego Godín, do Atlético de Madrid, e Emiliano Velázquez, do Getafe, ambos jogando na Espanha, foram cortados por motivo de lesão. Assim, o setor será composto por Sebastián Coates e Mauricio Victorino. O treinador tem duas dúvidas de ordem técnica no meio-campo. Os volantes Álvaro González e Matías Vecino disputam posição, assim como os meias Diego Laxalt e Cristian Rodríguez.

FICHA TÉCNICA
BRASIL X URUGUAI

Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE)
Data: 25 de março de 2016 (Sexta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Néstor Fabián Pitana (Argentina)
Assistentes: Juan Pablo Belatti (Argentina) e Ezequiel Darío Brailovsky (Argentina)

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho e Renato Augusto; Willian, Neymar e Douglas Costa
Técnico: Dunga

URUGUAI: Muslera, Fucile, Coates, Victorino e Álvaro Pereira; Arévalo Ríos, Álvaro González (Vecino), Carlos Sánchez e Diego Laxalt (Cristian Rodríguez); Luis Suárez e Cavani
Técnico: Óscar Tabárez

Fonte: http://www.gazetaesportiva.com/

Comentários