Temer antecipa pronunciamento de 1º de Maio e anuncia reajuste no Bolsa Família


Beto Barata / Presidência da República
Último reajuste no programa foi em 2016. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, correção será de 5,67%, cobrindo IPCA acumulado entre julho de 2016 e março deste ano

O pronunciamento que o presidente Michel Temer faria amanhã (1º), pelo Dia do Trabalho, foi antecipado para a noite desta segunda-feira (30). O pronunciamento será transmitido, em cadeia de rádio e televisão, às 20h30. No discurso, o emedebista confirma que os benefícios do Bolsa Família serão reajustados. Segundo nota do Ministério do Desenvolvimento Social, o reajuste autorizado será de 5,67% a partir de julho.


A última vez que o valor do programa foi corrigido foi em junho de 2016, pouco após Temer assumir a Presidência da República. O percentual àquela época foi de 12,5%. Em abril, quando tomou posse como ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame afirmou que o governo estudava um reajuste maior que a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é de 2,95%.

Apesar de a equipe econômica recomendar um reajuste mais modesto, na casa dos 3%, Temer decidiu seguir ouvir a ala política do governo, que defendia valores maiores. Com isso, o benefício médio deve passar a pouco mais de R$ 187. O reajuste autorizado para o programa deve consumir R$ 684 milhões além do previsto.


Fonte: http://congressoemfoco.uol.com.br

Comentários