Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Seis em cada dez senadores respondem a acusações criminais no STF

Waldemir Barreto/Agência Senado Clube dos 18: todos os representantes da Acre, Alagoas, Amazonas, Minas Gerais, Rondônia e São Paulo estão na mira de investigações no Supremo
Levantamento exclusivo da Revista Congresso em Foco, que chega à sua 26ª edição, mostra que pelo menos seis em cada dez senadores são alvo de inquéritos, ações penais ou recursos de condenação em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF). Dentro desse universo, todos os representantes titulares de seis estados brasileiros no Senado estão às voltas com procedimentos criminais em andamento no Supremo. Acre, Alagoas, Amazonas, Minas Gerais, Rondônia têm todos os três senadores em exercício respondendo a procedimentos criminais. Isso só não ocorre com São Paulo porque um dos senadores titulares (o ministro Aloysio Nunes, das Relações Exteriores), também com pendências no tribunal, está licenciado (veja a lista).
Ao todo, são pelo menos 48 os senadores com procedimentos abertos no STF, dos quais 34 estão sob investiga…

Últimas postagens

TARAUACÁ: PREFEITURA RESTABELECE O SERVIÇO E JÁ EMITE NOVAS CARTEIRAS DE TRABALHO

Ibade disponibiliza novamente recurso para a prova objetiva da PM

CULTURA: História e cultura negras serão tema de debates em escolas públicas

Oposição denuncia à PGR compra de votos por Temer na Câmara para barrar denúncia

EDUCAÇÃO: Inscrições para certificadores do Enem estão abertas até 7 de agosto

MOISÉS AVANÇA NA APROVAÇÃO DE LEI QUE REFORÇA A PROTEÇÃO DAS FRONTEIRAS

EDUCAÇÃO: Inscrição para revalidar diplomas médicos começa em 24 de julho

Instituto Federal do Acre realiza nova chamada para cursos superiores

TARAUACÁ: ADVOGADO TARAUACAENSE LUCIVAN NERY APROVADO EM CONCURSO É NOMEADO PROMOTOR DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE

EDUCAÇÃO: MEC seleciona entidades para novos cursos de medicina

TARAUACÁ RECEBE VIVER CIÊNCIA ITINERANTE NESTA QUARTA E QUINTA

Depois de abrir o cofre para se salvar, Temer diz ser “normal” gastar 15 bi para barrar denúncia na CCJ

Previdência gasta R$ 50 milhões com aposentadorias de servidores acima do teto, diz estudo