TARAUACÁ: IFAC lança 1º curso superior de Gestão de Agronegócio do Acre


O Instituto Federal do Acre (Ifac) realizou o lançamento, na última quinta-feira (16.05), do 1º curso superior de Tecnologia em Gestão de Agronegócios do Estado do Acre. O curso, que também é a primeira graduação do campus Tarauacá, já começa a ser ofertado a partir do 2º semestre de 2019.

De acordo com a Pró-Reitoria de Ensino (Proen), serão ofertadas 40 vagas, através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação (MEC), com inscrições a partir de 04 de junho.

Com três anos de duração, o curso de Tecnologia em Gestão de Agronegócio visa formar profissionais para atuarem em processos gerenciais das organizações rurais, de comércio e indústria, além de ambientes agropecuários e agroindústrias.

Outro ponto de relevância do novo curso é a contribuição para construção de conhecimento amplo sobre os aspectos produtivos, administrativos e mercadológicos do setor. A partir do uso de tecnologias de baixo impacto ambiental alinhado ao desenvolvimento sustentável, como também visando a otimização, reconhecimento e consolidação da produção.


De acordo com o presidente da Comissão de Elaboração do Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Tecnologia em Gestão de Agronegócio, Bruno Rogoro Kawano, por ser realizado em apenas três anos, os profissionais irão se formar em um tempo mais rápido e já inseridos no mercado de trabalho. Este vai ser um profissional que vai ter competências de tecnologia e gestão voltados ao agronegócio. É o primeiro e único curso, até então, do Estado do Acre e vai possibilitar que o aluno trabalhe em diversas competências, como por exemplo: agroecologia, tecnologia, produção vegetal, produção animal, além de aspectos de gestão, como contabilidade e direito agrário, como também poderá se inserir em projetos de ensino, pesquisa e extensão”, destacou Bruno Kawano.


Para a reitora do Ifac, Rosana Cavalcante dos Santos, o curso de Gestão de Agronegócio foi pensado com base nos arranjos produtivos da região Tarauacá-Envira, e demais localidades do Acre.

É o primeiro curso superior do Ifac no município de Tarauacá e isso representa uma expectativa de muitas pessoas. Por ser um curso tecnólogo, ele conta com o diferencial e possibilidade de inserção de novos profissionais no mercado de trabalho com mais rapidez, já que é uma graduação com duração de três anos. Além deste ser um curso que agrega a questão ambiental, também aborda a gestão de negócios, a área da indústria e agropecuária. É o único curso superior do Estado na área de Agronegócios e, certamente, se tornará a referência na região Norte e no Brasil”, ressaltou Rosana Santos.


Presente na solenidade de lançamento do curso, o secretário estadual de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu de Lima, representou o governador do Acre, Gladson Cameli, e destacou a importância do curso para o setor rural.

Entendemos que esse curso é de grande importância, pois vai de encontro com o pensamento do Governo, que é o de desenvolver o agronegócio. Precisamos de pessoas nessa área, de pessoas com expertise necessária para que possamos desenvolver a estrutura do agronegócio. Com profissionais capacitados vamos conseguir ampliar com mais facilidade e trazer o agronegócio para o Estado de Acre. Reforço ainda, que o Governo está à disposição para contribuir com o Ifac no que for possível para potencializarmos este curso e trazer conhecimento para o cidadão”, afirmou Anderson Lima.

Para o empresário José Teles de Oliveira Filho, a nova graduação ofertada pelo Ifac em Tarauacá vai contribuir, diretamente, para o setor agropecuário. Segundo ele, a região demanda conhecimento para que a produtividade seja aumentada. “Temos um rebanho grande e precisamos de tecnologias para um manejo e nutrição adequados. Para que o produto que nosso cliente necessita tenha características ideais”, destacou.


Ainda de acordo com José Filho, a união entre agropecuária e indústria, proposta a ser trabalhada durante o curso, vai auxiliar na resolução dos gargalos existentes na cadeia produtiva local. “É uma combinação que vai ser de muito sucesso, pois teremos qualidade, conhecimento, produtividade, e o principal, ao meu ver, atuação de forma que contribua com a preservação da nossa região. Pois, não adianta somente a criação de leis e fiscalização. É preciso criar um setor produtivo, com rentabilidade, sem a necessidade abrir mais áreas e tornar eficiente os espaços degradados”.

Para o vereador e presidente da Câmara Municipal de Tarauacá, Antônio da Silva Araújo, “esse novo curso vai dar nova vida a 40 pessoas e qualificação profissional na área do agronegócio. Tudo isso é muito importante, pois além de ser uma transformação social, também é uma conquista para o município. A população recebe de braços abertos e o Ifac está de parabéns pelo trabalho que vem realizando. Vai ser uma qualificação importante para a vida e transformação da nossa população”.


Ainda durante o evento, o diretor do campus Tarauacá, Sérgio Guimarães Flórido, entregou certificados para os membros da Comissão de Elaboração do PPC. Também participaram da solenidade estudantes e servidores do Ifac, como também representantes do Sindicato dos Produtores Rurais de Sena Madureira, do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf/AC), Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), além de gerentes de bancos e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Acre (Sebrae Acre).

Como encerramento da solenidade, o presidente da Comissão de elaboração do PPC, Bruno Kawano, e o futuro coordenador do curso, Tayson Teles, fizeram apresentação sobre a nova graduação, como também repassaram informações sobre o processo de ingresso no curso.


Assessoria IFAC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.