ACRE: Corte em salário de professores leva greve a ganhar simpatia nas redes sociais



A decisão do governo do Acre de cortar o ponto dos servidores em greve da rede estadual de educação teve um efeito político negativo para a gestão petista.

Se pretendia, com a medida, enfraquecer o movimento grevista, os governistas agora veem um apoio popular crescente à greve.

Pelo menos é o que se observa desde a tarde desta segunda-feira (27) nas redes sociais. Até bem pouco tempo a maioria dos frequentadores das redes estava apática.

Uma das formas de manifestações foram os usuários do Facebook alterarem suas fotos de perfil com a marca “Eu apoio a greve da educação no Acre”, ou compartilhar banners com os dizeres “Operação Respeito ao Professor. Eu apoio”.

A atitude parte principalmente de professores do Estado e da Universidade Federal do Acre (Ufac), também em greve, além de lideranças sindicais e da oposição.

Até mesmo líderes políticos aliados a Frente Popular criticaram a medida, considerada como extrema. Esta é a primeira vez que se chega ao esgotamento das negociações nas gestões petistas do Acre, com o corte do salário de grevistas e o cabo de guerra partindo para o campo judicial.

Fonte: http://www.contilnetnoticias.com.br/

Comentários