ACRE: Para defender governo, petista diz que salário do professor acreano é um dos melhores do País

deputadospetistas
Na Aleac, petistas saem em defesa do governo e criticam sindicalistas

Os deputados petistas Jonas Lima, Daniel Zen e Leila Galvão criticaram nesta terça-feira (7) o movimento de greve dos professores durante discursos na Assembleia Legislativa do Acre. Os três parlamentares do PT acusaram o Sindicato dos Trabalhados em Educação do Acre (Sinteac) de manipulação e elogiaram o governo estadual ao dizer que os professores do Acre são muito bem remunerados.

A deputada Leila Galvão chegou a dizer que os professores acreano recebem um dos melhores salários do Brasil. Na avaliação dela, a greve, que caminha para o 20º dia, está sendo realizada fora de contexto. “Os professores do Acre estão entre os mais bem pagos do Brasil. Ele não têm do que reclamar”.

A defesa do governo, feita pelos petistas, começou quando a deputada Eliane Sinhasique (PMDB) cobrou que o Executivo se prontifique a negociar com os professores sob pena do ano letivo ser prejudicado.

Sinhasique afirmou que considera a falta de interesse do governo em negociar com os professores como uma espécie de descaso com a educação. "Vamos caminhar para 20 dias de greve e o governo não negocia. É um absurdo ", criticou.

O deputado Jonas Lima afirmou que não há descaso do governo com a educação. Segundo ele, a qualidade do ensino no Acre tem melhorado graças aos governos petistas. "Não tem como esconder que tem melhorado, que temos bons salários. É mentira que o governo se negue a negociar", rebateu.

O líder do governo na Aleac, Daniel Zen (PT), acusa o Sinteac manipular dados e de mentir quando alega que falta de interesse do governo em negociar. "Os números estão sendo manipulados. Tenho sido testemunha da forma mentirosa e caluniosa que alguns sindicalistas estão tratando o caso”.

Para Sinhasique, falta compromisso do atual governo com os professores e alunos. "Tentam esconder o que é evidente. Falta compromisso".

Fonte: http://www.contilnetnoticias.com.br/

Comentários