MP aponta aumento de 200% na fuga de presos após concessão de benefícios



Um estudo do promotor André Guilherme Freitas do Ministério Público revela que um aumento de quase 200% em casos de presos que aproveitam da concessão de benefícios, como trabalho fora da cadeia e visitas à família para fugir. A pesquisa foi divulgada em reportagem da Globo News nesta quinta-feira. De acordo com o promotor, 892 presos que tiveram concedido o benefício não voltaram às penitenciárias para cumprir pena.

O Tribunal de Justiça, no entanto, discorda do levantamento do promotor. Entrevistado pela Globo News o juiz Eduardo Oberg, da Vara de Execuções Penais, afirma que número de presos que não volta para a cadeia após concessão de benefícios é pequeno: 18%

Dentre os presos que saíram da cadeia depois de receberem a liberdade condicional e não voltaram para o cumpruimento da pena está o traficante Pitbull, chefe do tráfico Pavão Pavãozinho, procurado desde 2012.

Fonte: http://odia.ig.com.br/

Comentários