RIO BRANCO: Após anúncio de corte, grevistas acampam na SEE



Professores protestam na sede da Secretaria de Educação/Foto: Everton Damasceno/ContilNet
Depois da decisão do governador do Acre, Tião Viana (PT), de cortar o ponto dos servidores da educação em greve, os grevistas voltaram a acampar na sede da Secretaria Estadual de Educação (SEE), na manhã desta terça-feira (28).

Os professores foram à secretaria com o intuito de protestar contra a decisão do governo, a qual o movimento classifica como "autoritária". O sindicato convocou os grevistas para acamparem na frente do gabinete do secretário de Educação, Marco Brandão, dentro da sede da SEE.

Manifestantes portavam cartazes cobrando acordo com o governo
Centenas de professores levaram cartazes e faixas, e pediam para ser recebidos por Brandão. O secretário se recusou a atender os grevistas e ouvir as reivindicações da categoria. Membros do movimento grevista informaram que Bradão deixou o prédio da SEE durante a manifestação.

"O está dizendo que a greve dos professores é ilegal. Somos amparados por lei, nossa greve é legalizada pela Constituição”, disse o professor da rede pública e advogado Edinei Muniz.
Professores não são recebidos pelo secretário Marco Brandão
Os professores sentaram em frente ao gabinete do secretário como forma de repúdio. O comando de greve anunciou que ficariam no local até ouvir pessoalmente o secretário.

“É vil a atitude do governador, ele está levando toda essa reivindicação, que é nossa, para o lado pessoal. Não queremos um aumento para este ano e nem estamos querendo um reajuste que não seja de direito nosso. A Valorização de Desenvolvimento Profissional (VDP), que nos foi tirada sem explicação, tem que ser dada esse ano, mas o reajuste é para o ano que vem”, concluiu o professor da rede pública Gabriel Augusto Pelarin.

Fonte: http://www.contilnetnoticias.com.br/

Comentários