JORDÃO: Ex-vereador morre após ser picado por jararaca


João Kaxinawá morreu após ser picado por jararaca no interior do Acre (Foto: Arquivo pessoal/Kesio Araújo)
O ex-vereador e indígena João Sales Kaxinawá, de 61 anos, morreu na madrugada deste domingo (14) após ser picado por uma cobra jararaca. De acordo com a direção do Hospital da Família, no município do Jordão, distante 462 km de Rio Branco, o acidente ocorreu na sexta-feira (12), na aldeia onde o ex-vereador vivia, na zona rural do município.

Ele chegou a ser levado ao hospital do Jordão em um barco e após quase dez horas de atendimento médico, João Kaxinawá não resistiu.

O G1 conversou com o médico que atendeu o ex-vereador. Johnny Pino informou que o indígena chegou ao hospital por volta das 18h de sábado (13). Segundo o médico, ele foi picado por uma jararaca no pé esquerdo e só chegou ao hospital 24 horas depois do ocorrido.

"Ele já estava com problemas de hemorragia e pressão alta. Colocamos ele no leito e fizemos toda a medicação necessária. Embora o soro antiofídico só tenha maior efeito após as seis primeiras horas da picada, e já tinham transcorrido mais de 24 horas, nós aplicamos dez ampolas de soro", diz o médico.

Pino afirma ainda que chegou a solicitar o atendimento do Tratamento Fora de Domicílio (TFD), mas o voo só chegaria ao município pela parte da manhã.

"O caso era grave.Tentamos controlar a respiração e ele saiu a primeira vez de uma parada respiratória, mas na segunda vez já não resistiu. Ele foi picado por um veneno letal e são coisas que infelizmente a gente não tem como reverter", conclui.

João Sales Kaxinawá foi eleito vereador do município do interior do Acre, Jordão, nas eleições de 2000. Cumpriu o mandato até 2004 pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Na época, ele foi eleito com 65 votos.

Por Iryá Rodrigues
G1- Acre

Comentários