Pesquisa: 74% de quem se declara de direita defende novas eleições

Ainda segundo a pesquisa da plataforma Dizgoo junto a internautas do iG, apenas 37% de quem é de direita ficará feliz caso Temer ocupe a Presidência no lugar de Dilma Rousseff
Marcos Santos/USP Imagens
Situação da economia brasileira não deve melhorar no curto prazo para metade dos entrevistados de direita

Pesquisa com internautas do iG com a plataforma Dizgoo, feita entre 30 e 31 de março com a participação de 3.985 leitores, mostra que 74% dos entrevistados que dizem ser da direita defendem novas eleilções presidenciais.

Do total de entrevistados, 3.438 declararam ser de direita (242), de esquerda (985) ou simplesmente não sabiam qual era sua preferência política – a maioria (1.040).

Ainda segundo os que se declaram de direita, 37% dizem que ficarão felizes com Michel Temer (PMDB) no lugar de Dilma Rousseff (PT) como presidente da República. 

Entre os que disseram ser de esquerda, 83% dizem apoiar a permanência de Dilma Rousseff no comando do País. Apenas 19% dos que afirmam ser de direita defendem que a presidente não seja destituída do cargo por meio do processo de impeachment.

A possibilidade de mudanças na economia do País divide opiniões entre os que se declaram como de direita: metade está otimista caso Temer chegue à Presidência. Os outros 50% afirmam estar pessimistas. Ainda segundo os entrevistados que afirmam ser de direita, apenas 37% dizem que o PMDB traiu Dilma ao deixar a base do governo

Para 72% dos entrevistados de esquerda, o PSDB não deve fazer parte de um eventual governo de Michel Temer. Já entre aqueles que são de direita, 56% entendem que o PSDB deve integrar a base de um possível novo governo liderado pelo peemedebista.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/

Comentários