JBS: doação legal x propina, por Moisés Diniz



Hoje, fui surpreendido com uma lista, aonde aparece meu nome como um dos deputados federais do PCdoB que recebeu dinheiro da JBS, misturando quem recebeu doação legal por dentro do TRE, com quem recebeu propina.

Faz-se necessário esclarecer que essa doação, de R$ 25 mil, foi feita pelo PCdoB nacional na minha conta de campanha, tudo por dentro da lei, prestado contas no TRE e disponível no site do mesmo tribunal.
Tenho plena convicção de que o PCdoB nacional, que solicitou essa doação, não sabia, de forma nenhuma, das atividades subterrâneas e criminosas da JBS, até porque, em 2014, não havia nenhuma denúncia contra essa empresa.Tenho clareza de que a referida doação (de R$ 25 mil) foi feita dentro da lei, sob a luz das orientações do TRE, e não feriu nem a história do meu Partido e nem a minha honra.Mas, se mesmo com essas explicações, a sociedade acreana considerar que eu devo devolver essa doação, irei consultar o TRE sobre essa formalidade e assim o farei.Um abraço.

Deputado Moisés Diniz (PCdoB-AC)

Comentários