NOTA AOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre, vem manifestar-se ao conjunto dos trabalhadores em Educação do Acre no sentido de convocar a não se deixarem intimidar pelas ameaças da equipe de Gestão da Secretaria de Estado de Educação.

A maior barreira de impedir que as ameaças de corte de ponto e de transferências de lotação não se concretize é com o fortalecimento da luta, com a maior adesão de todos ao movimento grevista.

Os trabalhadores em educação do Acre tem um histórico de enfrentamento a todas as forças políticas que já passaram pelo Governo do Estado, nem mesmo o regime militar impediu a luta.

A greve é um direito garantido na constituição, e aderir ao movimento não pode ser considerado ato disciplinar. Repudiamos veementemente o ato da SEE querer amedrontar os professores em estágio probatório e os professores provisórios.

Querer cortar o ponto dos trabalhadores em greve é ilegal e não tem amparo legal, mesmo o Supremo Tribunal Federal já se manifestou pela garantia do pagamento dos salários, no caso recente da greve da educação do Estado de São Paulo.

A assessoria jurídica do SINTEAC continuará a tomar as medidas judiciais cabíveis para assegurar o direito de greve, pagamento de salarios, e certamente irá buscar a responsabilização dos gestores que praticam atos que revelam grave assedio moral.

Nossa luta é o de todos os trabalhadores em educação. É a luta para garantir um salário mais digno, e mais qualidade de no sistema de ensino do acre. Essa greve já é um sucesso pelo emprenho e pela adesão.

O sucesso da luta depende de cada trabalhador.

Os trabalhadores em educação UNIDOS podem vencer a tudo.

Não se deixe intimidar. Não se deixe amedrontar. 

Assessoria Jurídica do SINTEAC

Comentários