EDUCAÇÃO: MEC prorroga prazo de documentos do Fies devido à greve dos bancários


Imagem: Divulgação
O FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), ligado ao Ministério da Educação, prorrogou o prazo de validade dos documentos necessários para contratação ou aditamento do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

O aditamento é o processo pelo qual o aluno renova seu contrato com o MEC e garante a continuidade do financiamento de seu curso.

A decisão por prorrogar a validade dos documentos ocorreu devido à greve dos bancários, que já dura dez dias. O objetivo é evitar que estudantes sejam prejudicados pela paralisação.

A medida foi publicada no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (15).

Com isso, agências da Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil vinculadas ao Fies deverão receber, até 20 dias depois do fim da greve, documentos que comprovam a regularidade de inscrição e de matrícula que venceram durante a paralisação ou em até dez dias após o fim da greve. Os documentos são fornecidos pela instituição onde o aluno estuda.

Ao todo, o Fies deve somar neste ano um total de 313 mil novos contratos - o que corresponde a cerca de 43% dos financiamentos do ano passado, quando esse número chegou a 732 mil. A queda ocorre diante dos cortes no Orçamento.

Há ainda 1,9 milhão de contratos que já estavam em vigor e devem ser renovados. Segundo o MEC, a maior parte dos alunos já completou esse processo.

Fonte: http://minasgerais.ig.com.br/

Comentários