Gestores têm até dia 10 de outubro para apresentar ações de segurança alimentar



Gestores municipais têm até dia 10 de outubro para preencher a segunda edição do Mapeamento de Segurança Alimentar e Nutricional de 2015 (MapaSAN). O prazo foi prorrogado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Até o momento, dois mil municípios responderam a pesquisa. A expectativa é de que mais de três mil municípios participem do levantamento, o dobro da última edição.

O MapaSAN é um retrato das políticas, ações e equipamentos de segurança alimentar e nutricional em todo o País. Com o levantamento, as prefeituras podem conhecer melhor as ações de segurança alimentar que estão sendo desenvolvidas no país. A pesquisa também é fundamental para o cidadão que, com as informações da pesquisa, pode cobrar e fiscalizar a atuação dos gestores locais.

A adesão do município ao levantamento é voluntária. A participação contribui para o fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) e para o aprimoramento das políticas de segurança alimentar e nutricional. Além disso, as informações da pesquisa vão subsidiar um dos eixos temáticos da 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, marcada para novembro deste ano, em Brasília.

Neste ano, o questionário foi aperfeiçoado para facilitar as respostas dos gestores e melhorar a qualidade dos dados. Para orientar os municípios, o MDS disponibilizou o Manual Orientador do MapaSAN 2015.

Mais informações ou solicitação do Manual Orientador do MapaSAN 2015 podem ser feitas pelo e-mail mapasan@mds.gov.br. 

Comentários