Cunha recebe “chuva de dólares” ao dar entrevista na Câmara

O manifestante, que pertence ao Levante Popular da Juventude, foi detido pela Polícia Legislativa
Alan Sampaio / iG Brasília - 3.11.15
Notas de US$ 100 com a foto de Cunha foram espalhadas pela Câmara nesta quarta-feira (4)

Mais uma entrevista coletiva do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi interrompida por manifestações contrárias à sua permanência no cargo, depois das denúncias contra ele apresentadas ao Supremo Tribunal Federal (STF).
iG Brasília
Eduardo Cunha foi parar em notas de US$ 100 durante protesto na Câmara nesta quarta-feira
Desta vez, um representante da organização Levante Popular da Juventude, Tiago Ferreira, atirou uma chuva de dólares sobre Cunha no momento em que ele falava com jornalistas no Salão Verde.Lula Marques/Agência PT - 4.11.15
Logo depois do protesto com chuva de dólares, Eduardo Cunha seguiu para o plenário da Câmara e presidiu a sessão
As cédulas de mentira foram impressas com a foto de Cunha. O manifestante foi detido pela Polícia Legislativa.Lula Marques/Agência PT - 3.11.15
O presidente da Câmara tem sido alvo frequente de protestos
Há duas semanas, Cunha teve outra entrevista interrompida pela deputada Clarissa Garotinho (PR-RJ), que cobrou explicações de Cunha sobre suas contas na Suíça.

O presidente da Câmara ainda enfrentou protestos durante o feriado na porta da Residência Oficial da Câmara, onde mora.

Leia também:


Comentários