TARAUACÁ: PREFEITO EM EXERCÍCIO ANUNCIA MEDIDAS E REBATE CRÍTICAS DA OPOSIÇÃO EM RELAÇÃO AOS ALAGAMENTOS DA CIDADE

Depois dos problemas do alagamento de alguns bairros, em função das constantes chuvas que caem na cidade diariamente, o prefeito em exercício Chagas Batista, visitou algumas áreas afetadas, detectou uma série de problemas e anunciou, através de uma rede social, quais as providências imediatas que a prefeitura irá tomar para, pelo menos, amenizar o problemas.

O prefeito aproveitou o post para rebater as críticas e afirmar que não passam de hipocrisia em decorrência do ano eleitoral.
LEIA ABAIXO O QUE CHAGAS BATISTA ESCREVEU

"O ALAGAMENTO DO BAIRRO NOVO E AS MEDIDAS ADOTADAS POSSÍVEIS"

O ano novo começou e com ele vieram as chuvas, as alagações e, como não podia faltar, em ano eleitoral, mais hipocrisia e oportunismo político.

Ontem, sábado (02/01) por volta das 6 horas da manhã fui ao mercado municipal conversar com os comerciantes (ocupantes dos boxes) com a intenção de ouvi-los a respeito da administração do mercado e sobre uma polêmica que surgiu por lá, com relação ao funcionamento dos banheiros, um sério caso de saúde pública, que muitos falaram, mas poucos colaboraram para mudar.

Enquanto estava lá procurando entender o problema para adotar medidas posteriores, caiu mais chuva daquelas que virou rotina nos últimos 20 dias. Como tinha ido a pé, pois não tenho carro próprio e nem alugado, tive que comprar um guarda-chuva para retornar para casa. Nessa mesma ocasião, uma avalanche de água invadia o Bairro Avelino Leal, alagando casas e causando prejuízos aos moradores.

Hoje, domingo (03/01) por volta das 8 horas, reuni a equipe da Secretaria de Obras para juntos fazermos uma vistoria em toda extensão do problema para entender o que ocasionou esse grande volume de água que alagou essas casas e para sabermos quais as providências necessárias e possíveis deveriam ser tomadas.

Primeira vistoria - Iniciamos a visita pelo Bairro Copacabana, próximo à rotatória. No local identificamos que, em função do grande volume de chuva que caiu, vários açudes transbordaram, alagando casas e formando uma forte corrente de água que veio desembocar no antigo 'Chernobil', descendo pela margem esquerda da Avenida Avelino Leal e invadindo ruas e casas do bairro.

Segunda vistoria - Visitamos rua por rua e constatamos: bueiros entupidos de lixo doméstico, paus, tampas de geladeiras, fogão, máquinas de lavar, casas e calçadas construídas em cima do córrego de drenagem, em algumas situações, até passagem de água vedada pelos próprios moradores para evitar a drenagem pelos seus quintais.

Terceira vistoria - Saímos do final da avenida Tancredo Neves e descemos pelas margens do Igarapé, BUCHÃO, fazendo atalhos até o triângulo, região conhecida como, Bairro das "flores". No percurso foi possível identificar problemas ainda mais sérios. Derrubada de muitas árvores dentro do Igarapé, construções irregulares e lixo. É importante ressaltar que, essa área, por ser alagadiça, já foi definida pelo poder executivo, por meio da reformulação do plano diretor e aprovado pela Câmara de vereadores, como área de proteção ambiental, sendo proibido o desmatamento e construção de moradias. No entanto muitas pessoas continuam construindo, parte dessas construções acontece com o incentivo de pessoas ditas "esclarecidas" e por políticos oportunistas. Quando acontece um problema como o que aconteceu neste sábado, são essas mesmas pessoas ("esclarecidas" e oportunistas) as primeiras a correrem para junto dessa população afetada pelo alagamento, fingindo-se solidários e plajeando Bóris Casoy estufam o peito e disparam: Isso é uma vergonha!!

Tenho reafirmado reiteradas vezes que, uma cidade melhor e mais humana é uma tarefa que requer muito mais do que boa vontade do poder executivo. É preciso colaboração das demais instituições públicas e, principalmente, da população. 

É preciso dizer que em 100 anos da nossa cidade, nenhuma gestão teve preocupação com a expansão ordenada. Na nossa gestão, em que pese as dificuldades, realizamos várias etapas para um plano de gestão urbana: Plano diretor, Plano de resíduos sólidos e o Plano de saneamento, que está em fase final de conclusão. Além desse trabalho, já encaminhamos projeto ao governo federal para construção de mil casas, destinadas às famílias residentes nas áreas de risco.

Honestamente, acho injusta as afirmações que tentam nos colocar no mesmo "saco dos desonestos" e sem compromissos com o presente e o futuro da nossa cidade. Queriam o que? Que fizéssemos milagres, apontando a varinha de condão e resolvendo todos problemas de um século?

Reconhecemos nossas deficiências e estamos abertos às sugestões e as críticas honestas que venham no sentido de contribuir com a elevação do nível da consciência social e humana. Acho que este é o caminho, o resto é jogo político de que não age de boa fé. Muitas vezes , fazem a crítica com o intuito meramente eleitoreiro, buscando um espaço na vida pública para dar continuidade a privada. 

Providências imediatas adotadas

Realizar um mutirão de limpeza e desobstrução de bueiros, córregos e igarapés por todo percurso do bairro Avelino Leal até a rotatória no bairro do Triângulo;

Monitorar, junto aos proprietários, os açudes que transbordaram no bairro Copacabana;

Realizar campanha educacional para conscientização ambiental e do destino adequado que deve ser dado ao lixo para que posteriormente seja recolhido pela prefeitura;

Intensificar a fiscalização para evitar a construção de novas moradias e desmatamento na área de preservação;

Outras providências a médio prazo

Realizar um estudo sobre a possibilidade de desviar a água que vem do bairro Copacabana para o bairro Ipepaconha;

Remover moradias construídas dentro do córrego que impede o escoamento da água e alocá-los em áreas adequadas;

Sabemos que outras providências deverão ser tomadas, assim, contamos com a parceria das demais instituições públicas e o diálogo constante com a população na busca de encontrarmos melhores caminhos para a construção de uma cidade melhor.

Essa será nossa opção de cada dia.

Do Blog do Acciolly

Comentários