Grupo reúne mais de 11,5 mil para estudar o caso do estudante desaparecido em Rio Branco

Internautas do Brasil inteiro se reuniram no Facebook, na página Bruno Borges – Estudos, para decifrarem o mistério que envolve o desaparecimento de Bruno. Eles estão colaborando a decodficiação dos 14 livros criptografados pelo estudante desaparecido em 27 de março. Criado dia 4 de março, grupo já tem mais de 11,5 mil membros.
O administrador da página é o estudante universitário paranaense Alexandre Marques, de 24 anos, disse que a proposta é muito séria e que inclusive familiares participam da página. Ao ac24horas a irmã de Bruno, Gabriela Borge, disse que a decodficiação já está no terceiro livro. “Há códigos mais complexos. Estamos fazendo os mais fáceis”, disse ela.

O sumiço acabou inspirando a criação de alguns jogos para smartphone. Os aplicativos foram disponibilizados na Play Store, do Google, com os nomes “Menino do Acre”, “Encontro o Menino do Acre” e “Alquimistas do Acre”.

A polícia tem passado pouca informação à família, disse Gabriela. “Mas a investigação continua”, disse Gabriela. 

Fonte: http://www.ac24horas.com

Comentários

Postagens mais visitadas