Delatores vão cumprir prisão domiciliar no prédio mais caro de Salvador


Responsável por um dos depoimentos mais contundentes à Lava Jato, entre os 77 executivos da Odebrecht que firmaram delação premiada, o baiano Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, o Bel Silva, vai viver seus dias de prisão domiciliar no mais caro edifício que está sendo construído em Salvador, o Mansão Wildberger, com entrega prevista para o final deste ano.
Será vizinho de outro baiano, o publicitário João Santana, que o delatou e deve cumprir a pena dispondo também da vista mais chique e bonita da cidade. Os dois compraram apartamentos no prédio construído em parceria pela MRM no metro quadrado mais caro da capital baiana em que as unidades mais “em conta” custam em média R$ 7 milhões.
Fonte: http://bahia.ig.com.br/

Comentários